Qual a importância de investir na retenção de talentos ?

Qual a importância de investir na retenção de talentos?

Nos últimos dias, publicamos diversas dicas sobre “Como atrair os melhores profissionais do mercado”. Agora, compartilhamos também o artigo de Lilian Rezende, Analista Financeiro da iPremi, sobre “Qual a importância de investir na retenção de talentos?”. Façam uma boa leitura!

Investir na retenção de talentos é essencial para construir organizações produtivas e competitivas. Mas, antes de mais nada, é preciso entender o que realmente significa o conceito, qual sua importância e como conseguir aplicá-lo da melhor forma.

De maneira resumida, o conceito de “retenção de talentos” faz referência a um conjunto de práticas e políticas corporativas adotadas pelas empresas com um único objetivo: fazer com que os funcionários com grandes habilidades e melhor desempenho permaneçam como colaboradores. Afinal, uma menor rotatividade nas equipes garante a imersão dos colaboradores nos valores da organização, gerando benefícios para ambos. Dentre as principais vantagens para a empresa, estão:

1. Destaque no mercado

No Brasil, as empresas que mais se destacam no mercado (e que sempre vemos no LinkedIn), são aquelas que são reconhecidas como as melhores empresas para se trabalhar. Não à toa existe uma premiação exatamente com esse foco: destacar empresas que tratam bem os seus funcionários e nas quais os melhores profissionais do mercado desejam trabalhar.

Além disso, de acordo com o Guia de Crescimento do SEBRAE, a perda de um talento pode causar impactos negativos na empresa, fazendo com que ela tenha sua imagem prejudicada diante dos clientes e até mesmo fortalecendo seus concorrentes. Vale lembrar também que, ao deixar uma organização, o profissional não leva apenas seus pertences, mas também todo seu conhecimento.

2. Otimização do investimento

Nós sabemos que as demissões custam caro aos empregadores, isso sem contar o valor investido em novos processos seletivos e capacitações. Por isso, a empresa que tem um índice de turnover muito alto, pode estar perdendo diversos recursos, além de poder gerar um desconforto nas equipes.

No fim das contas, o investimento na retenção de talentos acaba tendo o melhor custo-benefício e se tornando uma ótima opção para as empresas que desejam investir no desempenho de suas equipes.

3. Aumento do engajamento e da produtividade

Outro ponto muito importante é o aumento da produtividade e do engajamento entre as equipes. Quando uma empresa mantém um bom relacionamento com seus colaboradores e faz com que eles queiram continuar trabalhando lá, ela contribui para o clima empresarial. É fato que quando uma equipe está alinhada e trabalhando pelos mesmos propósitos, as atividades são desempenhadas com muito mais qualidade e em menos tempo – é o que podemos chamar de “best in class”.

Geralmente, os grandes talentos apresentam um perfil comportamental que se encaixa perfeitamente na cultura empresarial, entregando, assim, resultados de desempenho satisfatório. Afinal, eles estão constantemente empenhados para que consigam manter o nível do seu trabalho. Por fim, ao terem seus esforços reconhecidos, os profissionais são capazes de inspirar os demais colaboradores a fazerem o mesmo: entregar ótimos resultados.

Como conseguir reter talentos?

Para que as empresas tenham sucesso na aplicação desta estratégia, é necessário agir e colocar em prática algumas ações. Dentre elas: ter um bom plano de carreira, saber dialogar utilizando a Comunicação Interna, contar com um Programa de Incentivos de resultados, investir na formação de lideranças, adotar uma cultura de feedback, explorar o potencial da equipe, investir na cultura e em um bom clima empresarial, reconhecer bons resultados e comportamentos, incentivar a qualificação e, por fim, conhecer muito bem os membros que formam todo o corpo da empresa.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato pelo site www.ipremi.com.br

Últimos artigos

E e-commerce e o Marketing Digital vieram pra ficar ?

Perspectivas otimistas para a retomada da economia

Quais os diferenciais da iPremi ?